Instagram:

São três pontos fundamentais que devem ser considerados na prevenção e combate à incêndios:
• O local de instalação dos extintores;
• A manutenção dos equipamentos de combate a incêndio;
• Treinamento para utilização. 
1) O projeto de instalação de extintores num prédio ou condomínio deve levar em consideração as normas técnicas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). O extintor deve ser instalado num local onde haja a menor possibilidade do fogo bloquear seu acesso, seja visível para que todos que circulam pelo ambiente possam saber de sua presença, fique protegido contra intempéries e que sua retirada não seja dificultada. 
2) Os extintores devem ser submetidos à manutenção periódica, sempre de acordo com as normas vigentes, para que seja respeitado o prazo de validade do mesmo. Os responsáveis pelo condomínio devem fazer a troca e controle dos equipamentos, nunca deixando estender o período de validade, e sempre procurando trocar o extintor antes do prazo de vencimento. Na hora de trocar ou escolher o equipamento, os responsáveis devem ficar atentos a alguns itens essenciais: o extintor deve conter o selo do Inmetro, mangueira, prazo de validade, lacre intacto, não apresentar sinais de desgaste e manômetro – aparelho que indica a qualidade do conteúdo, que deve sempre indicar a cor verde. É importante também ter um responsável pelos documentos de inspeção técnica. 
3) Para o uso correto dos extintores, é necessário um treinamento para um grupo de pessoas dentro do prédio e condomínio, assim, durante um foco de incêndio, elas já terão conhecimento prévio para utilizar o equipamento e colocá-lo em prática. É indicado que essas pessoas responsáveis passem por um treinamento anual com profissionais habilitados no assunto, como representantes do Corpo de Bombeiros, para facilitar a usabilidade dos mesmos.

Saiba mais: www.douradoextintores.com.br
São três pontos fundamentais que devem ser considerados na prevenção e combate à incêndios: • O local de instalação dos extintores; • A manutenção dos equipamentos de combate a incêndio; • Treinamento para utilização. 1) O projeto de instalação de extintores num prédio ou condomínio deve levar em consideração as normas técnicas da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). O extintor deve ser instalado num local onde haja a menor possibilidade do fogo bloquear seu acesso, seja visível para que todos que circulam pelo ambiente possam saber de sua presença, fique protegido contra intempéries e que sua retirada não seja dificultada. 2) Os extintores devem ser submetidos à manutenção periódica, sempre de acordo com as normas vigentes, para que seja respeitado o prazo de validade do mesmo. Os responsáveis pelo condomínio devem fazer a troca e controle dos equipamentos, nunca deixando estender o período de validade, e sempre procurando trocar o extintor antes do prazo de vencimento. Na hora de trocar ou escolher o equipamento, os responsáveis devem ficar atentos a alguns itens essenciais: o extintor deve conter o selo do Inmetro, mangueira, prazo de validade, lacre intacto, não apresentar sinais de desgaste e manômetro – aparelho que indica a qualidade do conteúdo, que deve sempre indicar a cor verde. É importante também ter um responsável pelos documentos de inspeção técnica. 3) Para o uso correto dos extintores, é necessário um treinamento para um grupo de pessoas dentro do prédio e condomínio, assim, durante um foco de incêndio, elas já terão conhecimento prévio para utilizar o equipamento e colocá-lo em prática. É indicado que essas pessoas responsáveis passem por um treinamento anual com profissionais habilitados no assunto, como representantes do Corpo de Bombeiros, para facilitar a usabilidade dos mesmos. Saiba mais: www.douradoextintores.com.br